olha o boneco

O blog de fotografia do MEF-Movimento de Expressão Fotográfica

domingo

 

Casa Carlos Relvas

Casa Carlos Relvas abre em Setembro

A casa que foi o laboratório fotográfico de Carlos Relvas deve reabrir ao público em Setembro como nova dinâmica.
A Câmara da Golegã quer também candidatar aquele imóvel único a património mundial.
Com a aprovação da candidatura feita ao Programa Operacional da Cultura (POC) para dinamização museológica,
a Casa Carlos Relvas abrirá até Setembro, mas a totalidade dos investimentos previstos só ficarão concluídos em Março de 2006.
E, nessa altura, a actual câmara tenciona envidar esforços para que o laboratório do célebre fotógrafo seja classificado como património mundial.

Em Janeiro de 1999, o então ministro da Cultura, Manuel Maria Carrilho anunciou na Golegã que o ministério que tutelava financiaria na totalidade a recuperação do edifício, bem como a dinamização museológica do espaço. As obras terminaram em Novembro de 2003 mas só em Abril último a câmara municipal pode finalmente apresentar uma candidatura ao POC, no valor de cerca de 700 mil euros, que vai permitir a fruição do imóvel.

Segundo o vereador Melancia Cachado (PS), o atraso deveu-se à necessidade de formalizar um acordo de parceria entre a câmara, o Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR) e Instituto Português dos Museus (IPM). "Esse acordo foi concretizado no início de Abril e no fim do mesmo mês apresentámos a candidatura ao POC. Ainda não temos a confirmação, mas tudo indica que vai ser aprovada", esclareceu o autarca.

Os investimentos a realizar referem-se à aquisição de serviços externos para a concretização das iniciativas projectadas. Como por exemplo a formação de jovens num laboratório fotográfico apetrechado com equipamentos cedidos pelo IPM - através da sua divisão de fotografia e documentação -, conservação e restauro de mobiliário, organização e promoção de diversos eventos e edição de publicações para divulgação.

A candidatura contempla também os arranjos exteriores, jardins e um pequeno anexo que funcionará como sala de exposições. O jardim irá sofrer uma pequena intervenção a executar até Setembro e uma bastante maior cujo prazo de conclusão, tal como do anexo, termina em Março de 2006.

Depois disso, é intenção do actual executivo, caso vença as eleições autárquicas de Outubro, avançar com o processo de candidatura da Casa-Museu Carlos Relvas a património mundial. "Penso que faz todo o sentido", afirma Melancia Cachado, adiantando que o edifício, classificado por despacho ministerial de Março de 1996 como imóvel de interesse público, tem características únicas no mundo.
 
O Mirante . Diário Online







<< Página inicial

Arquivos

Dezembro 2004   Janeiro 2005   Fevereiro 2005   Março 2005   Abril 2005   Maio 2005   Junho 2005   Julho 2005   Agosto 2005   Setembro 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Janeiro 2006   Março 2006   Abril 2006   Maio 2006   Junho 2006   Julho 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Novembro 2006   Janeiro 2007   Fevereiro 2007   Março 2007   Dezembro 2007   Março 2008   Agosto 2008   Abril 2009   Maio 2009   Junho 2009   Julho 2009   Setembro 2009   Outubro 2009  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Subscrever Mensagens [Atom]